A sua apólice de seguro obrigatório e seu acidente de automóvel

Ultimamente nas mídias sociais, começaram a surgir perguntas sobre seguros em geral.

Neste breve artigo vou focar somente no que diz respeito ao Bituach Hova, ou seja, o seguro obrigatório de automóveis no estado de Israel.

Já no próximo artigo irei abordar acidentes com veículos de 2 rodas tipo patinete, motocicleta e outros.

O que é a apólice de seguro obrigatório?

Existem poucos tipos de seguros obrigatórios em Israel, porém o único seguro obrigatório para automóveis é o Bituach Hova, que chamarei apenas de “seguro” neste artigo.

O seguro é uma apólice comercializada por seguradoras (Hevrot Bituah) e não vejo a necessidade de entrar em detalhes sobre os custos ou como as seguradoras a promovem no mercado. Vou me concentrar apenas sobre a parte prática e jurídica desse seguro e como ele deve ser usado em caso de sinistro.

Que tipo de danos está coberto pelo seguro?

Somente danos físicos e mentais estão cobertos e nenhum outro tipo de danos materiais serão pagos por esse seguro.

Quem tem direito a ser compensado pelo seguro?

Não existem “culpados” pelo sinistro e esse seguro cobre qualquer pessoa envolvida no acidente que pode ser o próprio motorista, pedestre ou passageiro.

Há poucas exceções daqueles que não serão indenizados como por exemplo: o ladrão do carro que provoca um acidente com o carro roubado, motoristas drogados no momento do acidente e mais algumas raras exceções.

Quem é o segurado, a seguradora e o veículo segurado?

A apólice de seguro por si, é composta de 3 partes sendo a existência desse triangulo, obrigatória. As partes são: O veículo, o segurado e a seguradora.

Se você comprar um veículo, terá que fazer o seguro mesmo que o automóvel não seja usado e fique parado em sua garagem. O seguro é obrigatório e para cancelar a necessidade desse seguro, será necessário ir ao Ministério de transportes e declarar que o veículo está fora de circulação, ou que ele foi vendido etc. Existem poucas exceções.

Se você trocar de veículo, a apólice estará automaticamente cancelada e a seguradora terá que emitir um novo documento afirmando que você trocou de veículo antes que você comece a usar o seu carro novo.

Se você vender seu veículo para terceiros, não ofereça “incluir o seu seguro” ou “passar seu seguro adiante”. Como mencionei a apólice é um triangulo entre você, o veículo e a seguradora.

O teto/limite do seguro

O teto limite do seguro, ou seja, o limite máximo que a seguradora terá que pagar pelos danos materiais, é considerado “sem teto/sem limites/sem máximo “.

Se você estiver envolvido em acidente de automóvel e não estiver segurado com a devida apólice, saiba que poderá se encontrar com uma dívida de até de milhões de dólares.

Quem pode dirigir de acordo com a apólice

Você deve perguntar ao seu agente de seguros ou a seguradora, quem tem permissão para conduzir o seu veículo. Existem vários detalhes importantes e não cabe a esse curto artigo esclarecer esses pormenores.

O que é coberto pela apólice

Como escrevi acima, qualquer tipo de danos físicos ou mentais serão cobertos pelo seguro e nesse caso os custos de uma ambulância, mesmo se for ambulância- helicóptero serão cobertos pela apólice de seguros sem que você necessite tirar um centavo de seu bolso.

O uso da ambulância em um eventual acidente de automóvel

Não importa quem chamou a ambulância, não importa se você foi hospitalizado ou se foi liberado no mesmo dia, os custos integrais pelos serviços da ambulância serão cobertos pelo seguro. Você precisa contatar o agente de seguros ou a seguradora e eles pagarão pelos custos sem problemas ou complicações.

Para que a seguradora pague pela indenização de ambulância você deve reportar o acidente à polícia de trânsito (Mishteret Hatnua) e ela vai lhe entregar um documento que você precisa encaminhar à seguradora ou agente de seguros.

O seguro e as penalidades

Se você pedir à seguradora ressarcimento dos custos com a ambulância ou quaisquer outros custos de acordo com o seguro, não será punido com acréscimo de premia no próximo ano, seja qual for a soma que a seguradora disponibilizou nesse acidente.

Apesar de não ser o tema desse artigo gostaria de salientar que mesmo que você tenha uma apólice de seguro contra terceiros (não é obrigatória), e se envolva em um sinistro e cause danos a terceiros, não será penalizado com acréscimo de premia.

O único caso em que pagará um acréscimo de premia será quando usar seu Bituah Mekif ou seja, aquela apólice (não obrigatória) que cobre danos ao seu próprio veículo (essa apólice inclui danos a terceiros também).

Sua participação no pagamento de danos

Não importa qual seja a soma gerada pelo sinistro, você não participará de maneira alguma com os pagamentos dos danos com uma exceção: seguros de motocicletas que não entrarei em detalhes aqui sobre as diferentes possiblidades.

Uma palavra de experiencia

Quando você precisar de informações sobre seguros, procure um profissional experiente como um agente de seguros ou um advogado.

A mídia social é o último lugar em que devem procurar soluções ou respostas pertinentes ao seguro obrigatório e no máximo receberão “opiniões não profissionais” ou “opiniões baseadas em experiência particular”.

Lembre-se que cada caso é diferente e cada pequeno detalhe é importante.

Eu trabalhei 18 anos na área de seguros e fui diretor de seguradora; depois trabalhei mais 10 anos na parte jurídica de seguros e sinistros e mesmo assim, a cada ano que passa percebo como esse mercado se atualiza, se modifica se desenvolve e cresce sendo que no ano de 2019 o mercado de seguros obrigatórios vendeu 6 bilhões de shekels (mais de 1,7 bilhões de dólares) em apólices – um mercado enorme.

Uma palavra de sabedoria

É melhor perder um minuto na vida do que a vida em um minuto. Seja cauteloso e dirija com cuidado.